Biografia

Iniciou seus estudos musicais aos sete anos de idade no Conservatório de Tatuí, onde concluiu os cursos de flauta-doce e flauta-transversal. Posteriormente, continuou seus estudos na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), graduando se em música com habilitação em instrumento sob a orientação do flautista Antônio Carlos Carrasqueira.

Teve como professores grandes compositores e maestros da música brasileira, dentre eles: Aylton Escobar, Gilberto Mendes, Gil Jardim, Mario Ficarelli, Olivier Toni, Willy Corrêa de Oliveira, Roberto Tibiriçá, Rodrigo de Carvalho, dentre outros. Esteve como aluno especial no curso de pós-graduação nas disciplinas: “Concepções Harmônicas do Século XX” – Prof. Dr. Marcos Branda Lacerda e “Estudos Epistemológicos da Criação Musical” – Prof. Dr. Pedro Paulo Salles.

Ainda pela ECA-USP, participou como flautista no Festival de Música Nova com o grupo italiano “Maderna”, Festival de Música Brasileira Contemporânea junto à Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e Encontro Internacional de Música Contemporânea, tendo também como extensão dos seus estudos acadêmicos, a atuação como professor e solista nos Festivais de Música de Prados (MG) de 1990 a 1992.

Em seus estudos de regência incluem também cursos como: “I Seminário de Férias – Canto e Regência Coral” de Tatuí de 1.990; “I Curso de Férias de Tatuí Regência de Banda” de Tatuí de 1.993.

Em 1990, vence o II Concurso Nacional de Música da Faculdade Santa Marcelina – FASM na categoria música antiga (flauta-transversal) e contribui na elaboração do projeto musical “Coral do Museu Lasar Segall” até o ano de 1991, quando idealiza e realiza o curso de “Educação Musical através da Flauta Doce” juntamente com o professor e maestro Marco Antonio da Silva Ramos. Atuou como regente assistente nos anos de 1991 e 1992 do coral Libercanto da Fundação Cultural “Cassiano Ricardo” de São José dos Campos e coordenou as atividades musicais como regente dos Colégios: Anglo – Coral Cantanglo do Colégio Cidade de Sorocaba(1992 a 1995) e OSE Uirapuru – Regente Coral Infanto- Juvenil do Colégio Uirapuru (1995 e 1996) de Sorocaba e Terra-Lima (1997 e 1998) de Tatuí.

Dentro de suas pesquisas na formação de grupos, cria e dirige a primeira orquestra de flautas brasileira em 1998, Orquestra de Flautas Brasileira “João Dias Carrasqueira”, grupo que estreou repertório jamais tocado no Brasil incluindo obras escritas para este conjunto. Com uma parte desta orquestra, regeu concerto na cidade de Premeno Itália em 2006 onde estiveram tocando aproximadamente 60 flautistas vindos de varias partes do mundo. É considerado o primeiro grupo brasileiro a representar o Brasil nesta formação.

Representou o Conservatório de Tatuí na “The Midwest Clinic – An Internacional Band and Orchestra Conference 53rd Annual Convention” em Chicago – Illinois (EUA) 1999, atuando também dentro das atividades artísticas do Departamento de Artes da William Jones Academic Magnet High School, ensinando flauta e tocando no concerto final.

Em Milão (Itália), assistiu em 2002 a masterclass de Sir James Galway convidado da Accademia Internazionale Della Musica e organizado pelo flautista italiano Raffaele Trevisani com quem vem realizando um aperfeiçoamento particular desde então. Também esteve como professor e regente do Raffaele Trevisani International Summer Course em Premeno (Itália) desde 2006.

Regeu em 2006 na cidade de Premeno Itália concerto no “Raffaele Trevisani Flute Festival” tendo 70 flautistas vindos de varias países do mundo (Turquia, EUA, Alemanha, Italia, Suíça e Espanha) ,incluindo parte da Orquestra de Flautas Brasileira sendo assim considerado o primeiro grupo brasileiro a representar o Brasil nesta formação.

Na Suíça contribuiu na realização do “Sir James Galway Flute Festival” como bolsista, professor colaborador com os alunos sul-americanos que participam do festival e na organização da orquestra de flautas. Também vem desenvolvendo estudos como aluno ativo com Sir James Galway e Lady Jeanne Galway em Interlaken (2006) e nos anos seguintes em Weggis.

Idealiza e inicia em 2004, juntamente com o Professor Luizão do Projeto Camerata, o Festival de Inverno de Presidente Prudente, que desde então vem contribuindo como regente diretor artístico e realizando concertos durante os festivais.

No Brasil, ainda neste período, esteve como regente da Orquestra Sinfônica de Poços de Caldas de dezembro de 2003 a fevereiro de 2006 com a qual programou e realizou uma serie de concertos com solistas convidados dentro da cidade de Poços de Caldas sendo também responsável pelos concertos de abertura do Festival das Montanhas em 2004 e 2006.

Ministrou aulas de regência e esteve à frente da Orquestra Sinfônica dos alunos do “V Festival de Musica de Ourinhos” de 17 a 24 de julho de 2005 dirigindo concerto final no Teatro Municipal de Ourinhos.

No ano de 2007 cria e dirige o “Curso Internacional de Verão de Flautistas de Itu”, onde obteve destaque importante pela qualidade das aulas e concertos somados a inovadora realização da primeira videoconferência sul-americana de flautistas com o flautista italiano Raffaele Trevisani. Conjuntamente é convidado pelo Conservatório Nacional do Paraguai  e apresenta aulas através de Masterclass de Regência Orquestral no Complexo Cultural “Emilio Biggi” – Assunção nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2007, momento que também dirige, ministra aulas de flauta, toca recital e rege a orquestra de flautas dos alunos e professores do 1º Curso Internacional de Flautistas de Assunção, Paraguai.

Em junho de 2007, faz visita a empresa de Flautas Verne Q. Powell em Maynard (MA) nos estados Unidos e tornando-se artista Powell com uma flauta feita especialmente para ele.

Neste mesmo ano 2007, esta como professor regente em Premeno Italia e Weggis Suíça com repertório que destaca a musica brasileira.

Em maio de 2008 realiza o “Um dia de Mastreclass com o Maestro e Flautista” no San Raphael Country Hotel na cidade de Itú com workshop e masterclass e posteriormente segue em turnê para a Europa participando em Festivais na Italia e Suíça.

Em turnê no ano de 2009 juntamente com a pianista Miriam Braga, das masterclasses e recitais  em Bariloche (Argentina) e Lima (Peru) na América do Sul e San Jose (Costa Rica) na América Central. Também toca na Europa em Premeno (Italia) e Weggis (Suíça) o pianista italiano Mirco.

Atuou como regente assistente da Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí (Orquestra Sinfônica Paulista) de 2002 a 2008 regendo quinze concertos em atividades oficiais, dentre elas destacam-se: gravação para a TV CULTURA em abril de 2006 no Teatro Procópio Ferreira; Concerto de Abertura da “29ª Semana Guiomar Novaes” no Teatro Municipal de São João da Boa Vista em setembro de 2006; Concerto ao Ar Livre no Parque Villa-Lobos em São Paulo com publico de aproximadamente vinte mil pessoas em agosto de 2006; Concerto no Auditório do Parque Ibirapuera em dezembro de 2006; Concerto no Teatro Polytheama em Jundiaí em dezembro de 2006; Concerto de Encerramento do “1º Encontro Internacional de Madeiras de Orquestra” do Conservatório de Tatuí em junho de 2007, Concerto de Encerramento “2º Encontro Internacional de Cordas” do Conservatório de Tatuí em novembro de 2007.

Colecionando a participação na gravação em mais de vinte CDs e DVDs e em programas de TV como: Programa do Jô (Rede Globo), GloboNews, Hebe (sbt), TV Cultura, TV Canção Nova e Band, tem atuado como jurado e flautista dos principais festivais de MPB, tendo tocado com grandes nomes da música brasileira, entre eles: Johnny Alf, Théo de Barros, Paulo César Pinheiro, Roberto Menescal, Paulinho Nogueira, Carlinhos Vergueiro, Aldyr Blanc, Inezita Barroso, Hector Costita, Francis Hime, Guilherme Arantes, Toquinho, Luiz Melodia, Elba Ramalho, Alceu Valença, Oswaldo Montenegro, Juca Chaves, Chico César, Vânia Bastos, Altamiro Carrilho, Leila Pinheiro e Pepeu Gomes. Também tocou com as duplas Zezé de Camargo e Luciano e Bruno e Marrone, com quem participou da gravação de um CD e DVD ao vivo.

Já estiveram sob sua batuta nomes importantes no cenário da música, entre eles Raffaele Trevisani (Itália), Toninho Carrasqueira, Fabio Witkowski (Brasil-EUA), Gisele Nacif Witkowski (Brasil-EUA), Michel de Paula (Brasil-Suíça), Miriam Braga, Patricia Alvarez (Paraguai), Cristiano Alves, Alexandre Ficarelli, Hector Costita (Argentina-Brasil), Émerson de Biaggi e Edson Scheid.

Atua como regente residente do Curso Internacional Raffaele Trevisani na cidade de Premeno – Itália desde 2006 organizando a orquestra de alunos do curso sempre resultando em um concerto final com todos os estudantes participantes.

Também regeu concertos em festivais no exterior com destaque para as cidades de Assunção – Paraguai, São Jose – Costa Rica, Bariloche – Argentina e no Brasil, nos Festivais de Campos do Jordão, Itú, Ourinhos, Tatuí, Presidente Prudente, Festivais Internacionais de Flautistas da Abraf em São João Del Rei (MG) e Maringá (PR).

Em setembro de 2009, é convidado pela coordenação do Conservatório de Tatuí a reiniciar a Orquestra Sinfônica Jovem com renovação de objetivos dentro das novas diretrizes pedagógicas desta escola. Ao longo destes sete anos, realizou como Regente Titular mais de sessenta (60) concertos públicos. Criou as series “Alunos Solistas” e  “Professores Solistas” onde já tivemos mais de 50 alunos e 20 Professores sonhando junto a Orquestra Sinfônica Jovem e também regentes convidados. Participação de encontros, semanas pedagógicas, ensaios abertos e concertos externos.

Em 2012 atua como diretor artístico e pedagógico no “2º Curso Internacional de Verão de Flautistas de Itu”, com qualidade altíssimas das aulas e concertos juntamente com a 2ª videoconferência sul-americana de flautistas (EUA e Suíça). Ao longa das edições de Itu também atuou como maestro, flautista e professor com os estudantes e professores vindos da Argentina, Peru, Paraguai, Suíça, Italia e EUA, realizando concertos de flautas no teatro e na praça que tiveram o alcance jamais atingidos na região com um publico de mais de três mil espectadores.

Em 2015, criou e realiza como Diretor Artístico e Pedagógico desde então um encontro de flautistas juntamente com seu destacado aluno solista Lucas Martins Pedro na cidade de Bauru – “Curso Internacional de Flautistas de Bauru” – que vem recebendo renomados artistas e estudantes de flautas oriundos de muitas partes do Brasil e exterior obtendo importante destaque no cenário nacional e internacional ao longo de 3 edições.

No Conservatório de Tatuí atuou por 27 anos, sendo professor de flauta transversal, música de câmara e prática de conjunto, flautista principal e chefe de naipe da Orquestra Sinfônica e Regente Titular da Orquestra Sinfônica Jovem durante uma década.

É consultor musical e orientador convidado em escolas de música, grupos musicais e artista representante dos Bocais D’Paula Medina e artista Verne Q. Powell (EUA) em seus recitais.